Como os aminoácidos podem resolver os desafios mundiais de saúde e nutrição

Hoje em dia ouvimos muito sobre aminoácidos. Mas muitos de nós provavelmente não entendem como eles funcionam ou seu vínculo com a saúde humana. Simplificando, os aminoácidos são o segredo para comer e viver bem. Ciente de suas infinitas possibilidades, o Grupo Ajinomoto segue vigorosamente a pesquisa de aminoácidos em uma ampla gama de áreas. Para saber mais, conversamos com Chika Morishima, Diretor Executivo Corporativo responsável pelas Comunicações Corporativas Domésticas e Ultramarinas, sobre a filosofia por trás das atividades de pesquisa da empresa. Por que os aminoácidos são essenciais para uma vida saudável? Como a evolução humana explica por que só podemos obter certos aminoácidos dos alimentos? Ao entender o poder dos aminoácidos e como eles funcionam, obteremos uma compreensão mais profunda do porquê comer bem é tão crucial para nossas vidas.

Os aminoácidos constituem as proteínas

Aminoácidos: a fonte da vida

“Você sabia que os aminoácidos são um componente essencial do corpo humano e desempenham um papel essencial na nutrição humana? Mas antes de discutirmos sobre aminoácidos, vamos revisar alguns fatos básicos sobre o corpo humano. Você provavelmente está ciente de que cerca de 60% do nosso corpo é composto de água. Dos 40% restantes, metade é proteína. Essa proteína é composta de uma combinação de vinte aminoácidos. ”

“Em outras palavras, nossos músculos, cabelos, unhas e pele, assim como nosso sangue, hormônios e nosso sistema imunológico são todos compostos de proteínas, ou seja, aminoácidos. Nosso corpo não poderia existir sem eles. Apenas vinte aminoácidos são essenciais para os seres humanos. Destes vinte, onze podem ser produzidos pelo nosso corpo. Devemos obter os nove aminoácidos restantes na forma de alimento. Estes são chamados aminoácidos essenciais. ”

Se lhe dissermos que as plantas podem produzir vinte aminoácidos, você pode se perguntar por que os humanos podem produzir apenas onze. Segundo Morishima, a razão está no processo da evolução humana.

“As plantas não podem se mover, por isso é imperativo que elas produzam todos os aminoácidos de que precisam. Mas os animais são móveis. Eles podem caçar e procurar comida. Quando aprendemos a caçar, os humanos começaram a obter proteínas na forma de carne. Ao longo da evolução humana, nosso corpo parou de produzir nove dos vinte aminoácidos, optando por obtê-los da nossa comida. E como não precisávamos mais nos preocupar em produzir esses nove aminoácidos, poderíamos nos concentrar no desenvolvimento de funções de nível superior, como cérebros mais evoluídos. ”

Somente no corpo humano, os aminoácidos, que podem ser considerados sustentadores de todas as funções vitais do corpo, produzem mais de 100,000 proteínas diferentes. Em outras palavras, essas 100,000 proteínas são todas compostas de várias combinações de apenas vinte aminoácidos diferentes. O projeto que determina o número exato e o arranjo de aminoácidos em cada proteína é codificado em nosso DNA.

"Plantas, animais e todos os seres vivos da Terra não existiriam sem aminoácidos."