Agitando as emoções com umami: a ascensão de um jovem chef coreano-americano

Tempo de leitura: 3 minutos

Há um gosto em casa que Nick Lee sempre lembrará - um que conecta seu passado e seu futuro. É também um gosto que o ajudou a vencer uma prestigiada competição de culinária.

Nick nasceu em Busan, um porto movimentado na costa sul da Coréia do Sul. Quando ele tinha nove anos, a família de Nick se mudou para os Estados Unidos, onde ele se formou em engenharia mecânica e psicologia na Universidade de Illinois. Após a formatura, Nick retornou à Coréia do Sul e ingressou em uma empresa de desenvolvimento hoteleiro. Viajando pela Ásia trabalhando com restaurantes de hotéis, ele rapidamente descobriu o fascinante mundo da hospitalidade. Mas não demorou muito para Nick começar a sonhar com algo maior - ele queria criar sua própria cozinha gourmet.

Então, Nick voltou para os EUA e se matriculou no International Culinary Center, em Nova York. Na ICC, ele ficou sob o olhar atento do chef Hervé Malivert, diretor de artes e tecnologia culinária.

Então Nick ouviu que o primeiro Fórum Mundial de Umami, apresentado pelo Grupo Ajinomoto, estava programado para ser realizado na cidade de Nova York em setembro de 2018. Seria um concurso de culinária que colocaria seis finalistas das melhores escolas de culinária da América uns contra os outros, com o desafio de criar a melhor entrada rica em umami. Determinado a participar da competição, Nick escreveu um ensaio descrevendo sua própria receita de assinatura. O chef Hervé decidiu que Nick estava pronto.

Nos meses que antecederam a competição, Hervé treinou Nick um contra um. Nick refinou sua receita e dominou sua preparação com base em um cronograma rígido de duas horas. Ele também pensou muito em pratos, pois a apresentação é um aspecto essencial de qualquer competição culinária. A verdadeira arte, no entanto, estava no conceito do que Nick se propôs a criar.

O prato de Nick combinava ingredientes naturalmente ricos em umami: kombu, queijo Parmigiano Reggiano, tomate e cogumelos shiitake. Como o próprio Nick, refletia influências ocidentais e orientais. É difícil para Nick destacar uma ideia que fez tudo se encaixar, mas o coração de sua receita era algo que ele lembrava de sua infância na Coréia do Sul: o mingau de arroz com abalone tradicional que sua avó costumava fazer. Com isso em mente, Nick decidiu que um risoto - feito com arroz Arborio Italiano - não muito diferente do mingau de sua avó, poderia elevar melhor os sabores dos ingredientes que ele escolhera.

Abalone escalfado de manteiga de Nick Lee, servido com risoto de cogumelos assados

A entrada vencedora no Concurso Mundial de Culinária Umami de 2018 foi de Nick Lee Abalone escalfado com manteiga, servido com risoto de cogumelos assados e tomate seco no forno. A vitória rendeu a Nick uma viagem ao Japão para conhecer mercados, restaurantes e lojas de koji para entender como o umami é usado em diferentes aspectos da culinária japonesa. Mais importante, deu-lhe a coragem de seguir em frente em sua carreira escolhida. Hoje, Nick continua a perseguir sua ambição de criar alimentos que reúnam pessoas de todo o mundo - assim como suas receitas.

Chef Nick Lee, vencedor da competição de culinária no Fórum Mundial de Umami

De nossa parte, o Grupo Ajinomoto continua a desenvolver relações com escolas de culinária e estudantes de culinária como Nick Lee, para que os líderes da indústria de alimentos de amanhã estejam equipados para disseminar informações precisas sobre umami e MSG.

ENCONTRE MAIS

A estadia de Nick no Japão para saber mais sobre umami


Histórias que você pode gostar