Conhecimentos básicos sobre o AJI-NO-MOTO®

A Origem do AJI-NO-MOTO®

O Dr. Ikeda provou a comida ocidental pela primeira vez na Alemanha

Um cientista japonês, o Dr. Kikunae Ikeda viveu na Alemanha durante dois anos enquanto estudava Física depois de sua licenciatura na Universidade Imperial de Toquio no Japão.
Durante a sua permanência na Alemanha interessou-se pelos gostos de vários alimentos que aí comeu pela primeira vez como tomates, queijo, espargos, e carne.
Nessa altura, os cientistas acreditavam que só existiam quatro gostos básicos. No entanto, o Dr. Ikeda acreditava que poderia existir um gosto único e diferente dos outros quatro gostos básicos.

queijo,tomate

O Dr. Ikeda descobriu o umami: um gosto comum

Esta é uma parte da sua apresentação que fez no 8º Congresso Internacional de Química Aplicada em Chicago, em 1912. Esta frase descreveu bem o que ele pensou durante a sua estadia na Alemanha.

Dr. K. Ikeda

umami: um gosto comum

Um degustador atento encontrará algo comum nos gostos complicados de aspargos, tomates, queijo e carne, que são bastante peculiares e não podem ser classificados sob nenhuma das bem definidas qualidades dos gostos doce, azedo, salgado e amargo.
(Apresentação do Dr. Ikeda no 8º Congresso Internacional de Química Aplicada, Chicago, 1912)

Após uma estadia de dois anos na Alemanha, o Dr. Ikeda voltou para o Japão. Reparou que existia uma qualidade de gosto não identificada, distinta dos quatro gostos básicos (doce, salgado, azedo e amargo) e estava presente nos alimentos apetitosos. Detectou este gosto de forma mais evidente em caldo feito de algas secas kombu, que tem sido usado tradicionalmente na cozinha japonesa.
Subsequentemente, em 1908, investigou os constituintes do kombu seco e descobriu que o gosto era devido ao glutamato que nele continha. Nomeou este gosto de umami.

Glutamato nesta época
Kombu que é vendido no Mercado Tsukiji

Durante a sua tentativa de isolar o glutamato do kombu, ele leu um artigo sobre "Alimentos e Digestão" escrito pelo Dr. Hizu Miyake, M.D., e ficou impressionado com a opinião do Dr. Miyake de que os bons gostos promovem a digestão. Depois de descobrir o umami, o Dr. Ikeda tentou desenvolver uma nova substância de sabor baseada no glutamato.

O Ínicio do AJI-NO-MOTO® como um Negócio

O Dr. Ikeda acreditava na melhoria das condições nutricionais do povo japonês através do umami e tinha consciência da necessidade de disseminação dessa propriedade na forma de um produto para as famílias. Aproximou-se então de Saburosuke Suzuki, que era o responsável pela produção de iodo, com a idéia de criar uma empresa e convidando-o para ser o seu sócio nos negócios. Em 1909, um ano após adquirir a patente, o AJI-NO-MOTO® era vendido como o primeiro tempero umami no mundo.

Saburosuke Suzuki / O design da primeira embalagem

Uma estratégia publicitária única para as primeiras vendas

Saburo Suzuki

Saburo, filho de Saburosuke, que promoveu as vendas dos projetos do AJI-NO-MOTO®, tinha apenas 19 anos quando as vendas começaram. Insatisfeito com os métodos tradicionais como os anúncios publicitários, aplicou várias estratégias de marketing. Os anúncios em carroças de cavalos, que muitas pessoas usavam, são a origem do Nakazuri Kokoku (anúncio em trens) que vemos hoje. Além disso, numa época em que o fornecimento de amostras do produto era raro, ele o vendia em pequenas garrafas por meio de máquinas de venda automática, nas promoções de venda com ajuda de farmacêuticos que viajavam por todo o país, e promoções em nível nacional. Além disso, também fazia campanha a nível nacional percorrendo o país com uma banda de marchas para vender os seus produtos a lojas de varejo. Foi igualmente o criador dos "selos de estrada" -- anúncios que diziam "Dashi no Oyadama (O Rei do Caldo) Ajinomoto" - escritas na estrada com giz, que atiçavam o interesse do público.

Anúncio no trem
Anúncio no trem
Selos de estrada Banda de marcha
Selos de estrada Banda de marcha

Ênfase no Marketing no Exterior desde o Início

Um ano após o início da venda dos produtos, Saburosuke Suzuki já tinha começado a vender AJI-NO-MOTO® em Taiwan e na Coréia, como se para provar a sua asserção de que o AJI-NO-MOTO® era verdadeiramente uma descoberta internacional. As vendas do produto excederam as suas próprias previsões. O produto espalhou-se rapidamente por lanchonetes, restaurantes, e até mesmo nos lares comuns. Isto fez com que Saburo Suzuki, o filho de Saburosuke, viajasse até à China e iniciasse o lançamento das atividades de venda. Em 1916, foi estabelecida uma filial em Shangai. No ano seguinte o produto se expandiu para além da Ásia e um escritório de vendas foi estabelecido em Nova Iorque. Continuam até hoje os esforços incessantes para melhorar a dieta mundial através do umami.

Poster Chinês Poster Inglês
Poster Chinês Poster Inglês
Atualmente vendido em mais de 100 países e regiões

Atualmente vendido em mais de 100 países e regiões